Dicas

Saiba mais sobre leilão de cavalos

Data: 30/06/2017
Compartilhe está notícia:


Existem diferentes maneiras de se vender um cavalo. Se você é uma daquelas pessoas curiosas para saber mais sobre leilão de cavalos, este artigo é para você! Vamos dar uma “passada de olhos” sobre o assunto… e se você gostar, sugerimos que aprofunde suas pesquisas pois o assunto é extenso e muito interessante!

DE ONDE VIERAM OS LEILÕES
Leilão é coisa antiga. Há registros que mostram que os leilões já existiam na Babilônia cerca de 500 anos a.C., quando os itens ofertados eram compostos por mulheres em idades de casar e também escravos. No Império Romano havia leilões de espólio de batalha, com itens de guerra, objetos de arte, gado, prisioneiros etc.

No século XVI leilões eram realizados em Portugal, Inglaterra e na França e, nos séculos seguintes esta modalidade passou a ser realizada em outros países. Em 1717 foi criado o primeiro catálogo com itens à venda, modernizando a modalidade. Alguns anos depois, surgiram a Sotheby’s e a Christie’s, em Londres, consideradas as duas mais importantes casas de leilões de arte e antiguidades em todo o mundo.

A partir dos anos 90, a internet alterou o panorama dos leilões com a criação do eBay (EUA) e um pouco depois, com a internet inserida na realidade cotidiana, os leilões on-line rivalizam com os leilões presenciais. Em tempos mais atuais os leilões virtuais superaram os leilões presenciais na maioria dos casos em função dos altos custos para se realizar um evento nos moldes de antigamente.

E OS LEILÕES DE CAVALOS?
Leilões de animais começaram a ser realizados no Brasil na década de 1950. Os eventos se aproveitavam das feiras rurais para comercializar animais variados, geralmente sem raça definida, com foco em gado de corte e animais de serviço.

Ao chegar em São Paulo, houve a profissionalização do serviço. A partir da década de 1970 os leilões se tornaram uma alternativa de peso para a venda de cavalos de elite, com produções impressionantes! As primeiras raças a se valer deste canal foram o Quarto de Milha e o Mangalarga. Os novos leilões serviam para expor campeões e fazer os melhores negócios!

Quer saber mais? Sugerimos fortemente uma visita ao site “Canal do Leilão”, do amigo Djalma, que tem entre seu conteúdo, deliciosas histórias escritas por um dos maiores nomes nacionais do leilão de equinos!
http://www.canaldoleilao.com.br/

TÁ BOM, MAS COMO FUNCIONA UM LEILÃO DE CAVALOS?
O criador que deseja vender um cavalo por meio de um leilão escolhe uma empresa leiloeira especializada, que será a responsável por organizar, produzir, divulgar e executar o evento.

Após a negociação entre a empresa e o criador para definir as regras, preços mínimos, custos e comissões, é feita a seleção dos animais e a produção da apresentação de cada “Lote” - um “Lote” é o item a venda, que pode ser composto por um ou mais animais, de acordo com a estratégia adotada.

Se a opção for por um leilão presencial, os animais são levados até o local onde o evento será realizado, para que sejam apresentados à platéia. Neste tipo de evento, é natural haver a transmissão por TV e internet. Caso o leilão seja realizado apenas na internet ou na TV, a apresentação do animal é feita por meio de textos, vídeos e fotos. Em ambos os casos os interessados devem ser cadastrados para poder dar lances. O cadastro se destina a minimizar os riscos de inadimplência.

Os lances são dados durante a realização do leilão. Enquanto leilões presenciais acontecem em um curto intervalo de tempo de algumas horas, os leilões pela internet são realizados durante alguns dias.

Ao fim do processo, fica com o cavalo o participante que der o lance mais alto. É importante destacar que um lance não pode ser retirado, ou seja: somente devem dar lances aquelas pessoas que realmente quiserem comprar o animal.

VALE A PENA COMPRAR EM LEILÃO? VALE A PENA VENDER?
Não há uma resposta definitiva para estas perguntas. Um vendedor pode selecionar animais de alta qualidade, executar seu leilão com maestria e encerrar com um lucro consistente. Em outro caso, pode investir um montante considerável em taxas, comissões e custos de execução e realizar menos vendas do que esperava, além de obter menos lucro que o desejado com os animais vendidos. Para piorar, pode ter problemas de pagamento por parte de alguns compradores.

Quem compra pode encontrar o cavalo dos sonhos e até mesmo ser surpeendido positivamente, com um animal que se mostre ainda melhor do que o esperado. Mas também pode se deixar levar pela emoção ou desconhecimento, e pagar caro em um animal, tendo dificuldade para recuperar este investimento na hora de vender.

Um leilão pode ser o caminho para o sucesso em algumas vendas, ou uma porta de entrada para uma série de desgastes e prejuízos. Informação, pesquisa e conhecimento a respeito dos aspectos relacionados pode minimizar muito o risco de uma decepção, tanto para quem compra, como para quem vende.

UM POUCO MAIS SOBRE O PREÇO…
O preço de um cavalo pode ser justo ou injusto em qualquer negociação. Por isso, antes de comprar, veja o catálogo e pesquise o preço que o animal deveria ter - você pode investigar isso analisando a linhagem, o treinamento e a morfologia do animal, além de conversar com amigos e criadores que tenham conhecimento sobre a raça em questão. NINGUÉM saberá dizer o preço exato que o animal deve ter, mas é possível se aproximar de um “valor ideal” que servirá apenas como referência. Em outras palavras: ao participar de um leilão é melhor deixar a emoção de lado e tomar decisões racionais (mas sabemos que isso é difícil, hehehe).

Quando você souber se o “valor ideal” do cavalo está dentro das suas possibilidades, lute pelo cavalo que você quer comprar! Visite o leilão durante toda a sua duração, veja os lances que o animal recebe e dê os seus lances nos momentos que julgar oportunos. Prepare-se para fortes emoções: nos momentos finais a disputa pode pegar fogo!

CONCLUINDO…
Um leilão de cavalos pode ser uma boa opção tanto para quem quer vender, como para quem quer comprar. Como em qualquer modalidade, é importante estudar os custos e tomar cuidados comuns em qualquer negociação. Antes de participar de um leilão, conheça as regras, saiba o que quer comprar, investigue as informações que julgar necessárias e fique atento. Se tiver dúvidas, não hesite: ligue para a leiloeira e peça mais informações ou ajuda.

No fim das contas, não importa como você vai encontrar o cavalo dos seus sonhos! O importante será a sua nova conquista e os momentos inesquecíveis que esta aquisição irá lhe proporcionar!

Veja Também
23/06/2016
Como vender um cavalo
17/06/2016
Dicas para usar melhor o Mercado de Cavalos
27/03/2016
Como iniciar uma criação de cavalos

Deixe seu comentário



Institucional

» Nossa História
» Fotógrafos Indicados
» Fale Conosco
(11) 9.9915-7385Horário: dias úteis, das 9h às 18h
Cadastre-se

» Quero me Cadastrar

Canal de Atendimento

Rede Sociais
Copyright© 2004/2017 - Mercado de Cavalos Todos os Direitos Reservados
Agência WebSide