Painel do Cliente
Cadastre seus Animais
Voltar

Notícias

30/10/2018
A história do Sela Holandês, cavalos bons para Salto e Adestramento

Antes da Segunda Guerra Mundial, nos Países Baixos, haviam dois tipos de cavalo de função: os Gelderlanders, criados no sul (1925) e os cavalos de Groningen, criados no norte (1943). O Groningen foi, e ainda é, um cavalo ‘warmblood’ muito similar ao Oldenburger (dinamarquês) e ao East Friesian. Estes dois registros acabaram se fundindo para formar o Studbook Real Warmblood dos Países Baixos – Royal Warmblood Horse Studbook of the Netherlands (KWPN).

Hoje, o Warmblood Holandês é uma das ‘raças’ de cavalos muito utilizada para competições Olímpicas, sobretudo Adestramento e Salto. Os cavalos chamados ‘warmblood’ não têm um Stud Book fechado. É algo considerado como um ‘pool’genético, uma mistura de raças.

O cavalo holandês é um cavalo esportivo moderno derivado da criação seletiva de cavalos alemães, franceses e ingleses, cruzados com o holandês nativo. As principais raças holandesas do século passado foram o Gelderlander, do sul da Holanda, e o Groninger, do norte. Nos últimos 200 anos tem havido frequentes infusões de sangue ‘estrangeiro’ para formar o Sela Holandesa.

As mudanças ao longo das gerações refletiram as necessidades dos tempos – cavalos de carruagem, cavalos de guerra, cavalos de fazenda, transporte, recreação. O KWPN agora reconhece três direções de criação distintas: o cavalo de equitação, o cavalo de arreio (Tuigpaard) e o cavalo Gelders.

Os cavalos de passeio, de longe o maior grupo dos três, são criados para se destacar nas disciplinas de Adestramento e Salto, embora sejam frequentemente vistos em outras disciplinas, como a Atrelagem (Driving).

O cavalo Gelders é um cavalo elegante, que descende do tipo tradicional Gelders. Têm desempenho versátil no arnês e sob o selim e são caracterizados pelo seu desempenho entusiasmado e temperamento descontraído. Com sua carruagem orgulhosa e movimento chamativo e poderoso, o cavalo de arreio KWPN é exclusivamente criado para atuar em competições de Atrelagem.

Anualmente, cerca de 10.000 potros nascem na Holanda (em comparação com cerca de 60.000 na Alemanha, 5.000 na Suécia e 14.000 na França – os principais países produtores de cavalos esportivos). Esses cavalos abastecem o mercado interno, mas, como a maioria dos produtos agrícolas holandeses, também são um importante produto de exportação.

Em um tempo relativamente curto, o cavalo esportivo holandês ‘modernizado’ disparou para a importância competitiva internacional. Os cavalos de sangue quente holandeses, famosos pelo seu carácter, solidez e capacidade atlética, são exportados para todos os cantos do mundo e são vencedores internacionais sob as bandeiras de muitos países diferentes em competições internacionais e Jogos Olímpicos. Um nome famoso nesse cenário é Valegro.

Fonte: Wikipedia

Parceiros

Veja Também

Copyright© 2004/2018 - Mercado de Cavalos Todos os Direitos Reservados
Agência WebSide